terça-feira, 28 de abril de 2015

# 65


Arrebatador, como só podia ser um verso apaixonado de Florbela.

Fotografado em Matosinhos, por Jorge Queirós que diz querer dedicar este “pinta-amor” a uma marafada que cruzou o seu caminho e o anda a encantar, trazendo luz à sua vida.


Esse encantamento deixa-o feliz e a nós também, já que contribui de forma tão poética para este mural.

5 comentários:

Pedro Coimbra disse...

Um poeta.
Apesar de plagiar.

heretico disse...

pois, "ERA".
assim perdidamente.

talvez volte, sabe-se lá...

Ricardo Santos disse...

Os Trovante na "parede" !

Majo disse...

~
~~ A Florbela nunca imaginou uma situação destas!!
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

jorge esteves disse...

Nunca a Florbela se imaginaria assim publicitada!...

jorge
www.tintapermanente.pt