segunda-feira, 12 de setembro de 2016

# 181


Fotografado em setembro 2016, na Marinha Grande.

É mais um contributo da Flor de Jasmim, sempre incansável na descoberta de pinta-amores. Este parece-me alegre. Será do cenário colorido e soalheiro? Ou será porque não há como não gostar de um cordeiro?

5 comentários:

Manuel Veiga disse...

antes cordeiro que animal de maior porte ...

Toninho disse...

Quem ama um cordeiro não será imolada.
Boa contribuição da Flor como sempre atenta às declarações.
Abraços Luisa

Pedro Coimbra disse...

Sou amigo do ministro Eduardo Cabrita.
A ex-mulher dele detestava o apelido e ficava de pelo eriçado quando lhe chamavam Dra. Cabrita.
O Cordeiro agora fez-me lembrar dela :)))

Rui Espírito Santo disse...

ahahah... Falta saber se é o nome dele, ou, ... se ele é um cordeirinho !?

rsrs... A grande diferença entre Cordeiro e cordeirinho ! :)))

Flor de Jasmim disse...

Um dia soalheiro este quando fotografei.
Gostei de ver aqui o cordeiro.

Beijinho