quinta-feira, 17 de novembro de 2016

# 209


Ao contrário dos que por aqui publicamos habitualmente, este não é um pinta-amor público, afixado em qualquer parede ou outro suporte exterior.

Torna-se agora público, neste muro virtual, enviado pelo Rui Espírito Santo que o viu na posse de uma amiga de Ermesinde, presenteada pelo marido com esta folha mensageira de amor.

Bonito, não acham?

7 comentários:

Rui Espírito Santo disse...

Bonito ! rsrs
Na de baixo ainda estão longe (umas casas de intervalo). É a vizinha que procura um vizinho. :)
Neste, é dentro da própria casa, o marido que se "declara" desse modo à esposa ! rsrs

Beijinhos

Elvira Carvalho disse...

Ora aqui está uma prova de que o casamento não acaba com o romantismo.
Um abraço

Pedro Coimbra disse...

Muito romântico ou muito atrevido?? :)))
Bfds

Isabel Pires disse...

Bonito, sim, Luísa!

Os olhares da Gracinha! disse...

Romântico!

Toninho disse...

Romântico são loucos?
Bela colheita.

Ana Freire disse...

E curiosamente também o nome do último livro de Pedro Chagas Freitas... carregadinho de declarações de amor...
De qualquer forma... uma linda declaração de amor... para ser criteriosamente guardada... talvez dentro das páginas de algum livro...
Adorei a foto!
Bjs
Ana