quinta-feira, 5 de outubro de 2017

# 324


Um pinta-amores duplo, em jeito de instalação amorosa, fotografado hoje mesmo na praia da Falésia. O artista (imagino que foi a mesma pessoa) escolheu dois lugares, a pouca distância um do outro, para se manifestar. 


7 comentários:

chica disse...

Muito lindo!Adorei! bjs, chica

AFRODITE disse...

Seria tão lindo se a pessoa que os construiu encontrasse estas tuas fotografias... :))

Ficaram lindíssimos!
As fotos, juntas, fizeram-me lembrar aquela música do José Cid que diizia assim:
«Na cabana
Junto é praia
Entre as dunas
E os canaviais...
Só o vento
E o mar
E as gaivotas
Falam desse Amor.»

Beijinhos com sabor a sal
(^^)

Rui disse...

:))) ... Não fosse o "alvo da mensagem" não reparar na primeira,,, teria uma segunda oportunidade ! :)

Pedro Coimbra disse...

As conchinhas que a minha primita me fazia recolher na praia.
A primita foi a que casou recentemente e já tem 37 anos.
Bfds

Os olhares da Gracinha! disse...

AMOR de verão!!!
Hoje fui ao Portugal dos Pequenitos e trouxe uns corações lindos para a sua coleção!!!
bj

Victor Barão disse...

Há sempre a possibilidade de ser a correspondência duma pessoa a outra ou então a expressão dim Amor que necessita ir deixando, senão contínua, pelo menos espaçada marca!

Ana Freire disse...

Uma declaração bem original... com direito a resposta... daí talvez os dois corações...
Bjs
Ana